CHAT :RADIOFMESPERANCANOSSA

Administradores ModeradoresMembrosVisitantesOfflineBanido


Get your own Chat Box! Go Large!
Radiofmesperaçanossa

Siga Este Blog !!

Ola ! A Paz Do Senhor , Gostaria De Agradecer A Voce Que Ja E Seguidor Do Nosso Blog , E Gostaria De Pedir A Voce Que Ainda Nao E Pra Fazer Parte Deste Grupo !! VAMOS LA , RUMO AOS 200 SEGUIDORES !!

Facebook

Pesquisar este blog

NOTICIAS GOSPEL Grupo cristão pede boicote a marca de roupas pró-gay


Grupo cristão pede boicote a marca de roupas pró-gay
A One Million Moms [Um Milhão de Mães] é uma organização ligada ao grupo cristão American Family Association [Associação da Família Americana]. Essas “mães” defendem valores conservadores e lutam abertamente contra o homossexualismo.
Elas pediram recentemente que a rede de lojas de departamento JC Penny trocasse a sua nova “garota propaganda”, a comediante Ellen Degeneres que se declara abertamente lésbica. A empresa não acatou o pedido e divulgou um comunicado dizendo que “compartilham os mesmos valores”, de Ellen.
Agora a One Million Moms começou uma campanha contra a marca de roupas Urban Outfitters. O motivo é uma foto das modelos Ashley Smith e Julia Nobis se beijando numa das páginas do novo catálogo da marca, que é especialmente popular entre os adolescentes.
No site do grupo cristão há uma mensagem de alerta:
“ATENÇÃO! O catálogo de abril 2012 da Urban Outfitters começou a chegar nas caixas de correio nesses últimos dias. Na segunda página do catálogo há duas mulheres se abraçando e se beijando! O anúncio e catálogo são claramente voltado para adolescentes.
Antes que seu filho tenha a oportunidade de ler o novo catálogo da Urban Outfitters, ligue para cancelar o recebimento do catalogo e se ele chegar, jogue-o fora. O conteúdo é ofensivo e inadequado para os adolescentes, clientes alvo da empresa”.
No final, existe um pedido para que as pessoas boicotem os produtos da marca. Elas justificam que seu objetivo é forçar a Urban Outfitters “a se abster de usar este tipo de publicidade no futuro”. Elas também exigem um pedido formal de desculpas.
Curiosamente, a Urban Outfitters tem sido criticada tanto por liberais quanto por conservadores. No ano passado, a cantora Miley Cyrus chamou a atenção para o fato que o CEO da empresa, Richard Hayne, contribuiu financeiramente com a campanha política de Rick Santorum, candidato que se dizia contrário ao casamento gay.
Quando Miley pediu que os consumidores parassem de comprar na Urban Outfitters os lucros da empresa tiveram queda de sete por cento no trimestre seguinte.
Em 2008, a empresa teve que retirar de suas prateleiras uma camiseta com os dizeres “Eu apoio o casamento do mesmo sexo” por que diversos grupos da Califórnia reclamaram.
A One Million Moms tem outra campanha de boicote em andamento. Trata-se do seriado “GCB” ou “Good Christian Bitches”. Através de sua rede de contatos, elas começaram um apelo na Internet pelo boicote do que classificaram como um “programa anticristão”, que incentiva a pornografia, o sexo fora do casamento e que retrata os cristãos de forma negativa. Como resultado, grandes anunciantes como Reebok, Old Navy, Olive Garden , Macy’s e McDonald’s pararam de anunciar nos intervalos comerciais do programa.
Até agora a Urban Outfitters não emitiu nenhuma resposta pública sobre a polêmica.
Traduzido e adaptado por Gospel Prime de Christian Post e Yahoo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails